Catadão #14

  • A escritora Alice Walker sobre o desconforto do crescimento:

“Alguns períodos de nosso crescimento são tão confusos que nem mesmo reconhecemos que o crescimento está acontecendo. Podemos nos sentir hostis, com raiva ou chorosos e histéricos, ou podemos nos sentir deprimidos. Nunca nos ocorreria, a menos que topássemos com um livro ou uma pessoa que nos explicou que estávamos de fato em processo de mudança, de realmente nos tornar maiores do que éramos antes.

Sempre que crescemos, tendemos a senti-lo, como uma semente jovem deve sentir o peso e a inércia da terra ao tentar sair de sua casca a caminho de se tornar uma planta. Frequentemente, a sensação é tudo menos agradável.

Mas o mais desagradável é não saber o que está acontecendo. Aqueles longos períodos em que algo dentro de nós parece estar esperando, prendendo a respiração, sem saber qual deveria ser o próximo passo … pois é nesses períodos que percebemos que estamos sendo preparados para a próxima fase de nossa vida e que , com toda a probabilidade, um novo nível da personalidade está prestes a ser revelado“.

  • O sábado é um tempo em que você não só se abstém de trabalhar, como nem pensa no trabalho. Cada sábado é uma espécie de mini-eternidade.

  • Não estou definhando, estou adormecido .

Como uma planta. Ou um vulcão.

Estou esperando para ser ativado.

A jardinagem coloca você em um tipo diferente de tempo, a antítese do presente agitado das redes sociais. O tempo se torna circular, não cronológico; minutos se transformam em horas; algumas ações não dão frutos por décadas.

Os jardineiros não apenas desenvolvem um senso de tempo diferente, mas também a  sabedoria ancestral  de saber quando fazer as coisas:

Para cada coisa há um tempo
e um tempo para cada propósito debaixo do céu:
um tempo para nascer e um tempo para morrer;
um tempo para plantar e um tempo para colher o que é plantado;
Um tempo para matar e um tempo para curar; um tempo para quebrar e um tempo para construir…

Posso até parecer morta, mas como Corita Kent certa vez descreveu um de seus próprios períodos de dormência, “coisas novas estão acontecendo muito silenciosamente dentro de mim”.

Esperando para explodir.

  • Ah, Antena 1!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s