Corajosa ela

“Quando peço para aprender a ser mais corajoso, a vida não me torna corajoso de repente. Ela me coloca em uma situação na qual a coragem vai ser exigida. E aí eu posso aprender a usar essa virtude, ou posso permanecer no mesmo lugar fazendo do mesmo jeito”, menciona Gu Tanaka, colunista da revista Vida Simples.

No verão passado, eu trabalhei numa loja da Farm, em Cambury, litoral de São Paulo. Foram três meses de “Olá, como posso te ajudar?”.

A coragem não tem nada a ver com as funções que desempenhei como vendedora temporária, uma vez que já tinha feito isso antes. No verão de 2016, trabalhei como balconista na Cacau Show de Boiçucanga, em São Sebastião. Foram outros três meses de “Quer uma ajudinha?”.

Mas você é jornalista, né? Sim. E fez pós na Cásper Líbero, né? Sim. E já esteve em Nova York? Ah, sim. E não foi você que ganhou um prêmio de “jovem talento” no Estadão? Sim, sim! Um celular da @TIM e uma mochilinha.

Na verdade, nunca deixei de ser jornalista. Eu sempre vou ser jornalista, aliás. Mas, ao longo da minha vida, tive a coragem de assumir outros papéis. Além disso, nunca gostei de ficar sem trabalhar.

Ah! Sou “cara” também. Para pagar os meus gastos, só pegando no batente.

Eu, que já tive uma vaga reservada na garagem de um prédio comercial em Alphaville, me vi sentada sozinha no ponto mais deserto da rodovia Rio-Santos, por várias noites, aguardando meu busão chegar. Eu, que já fiz parte da plateia VIP do TEDx Campinas, me vi num depósito minúsculo carregando pilhas de caixas empoeiradas e mofadas. Eu, que já fui dona de um crachá de coordenadora, me vi sendo chamada de novata.

E você fez tudo isso por amor, rebeldia, necessidade?

Fiz tudo isso porque eu tive coragem e porque não existe vida sem perrengue.

Sinto orgulho do quanto que aprendi. Do quanto eu pude amadurecer. Da fé que me reconstruiu.

Senti e ainda sinto Deus segurando as minhas mãos. Vejo Ele cuidando de tudo com muita perfeição.

Compreendo as lições que absorvi na dor. O amanhã só chega para quem sobrevive.

E quanto mais eu me conheço, sei do que preciso para poder resistir, com coragem.

Hoje, aceito que cada fase tem suas dificuldades e belezas, e tiro sempre o que ela tem de mais positivo.

Porque a vida não é um conto de fadas.

(Foto: Bernard Hermant- Unsplash)

Oração escrita por Edgard Abbehusen

Deus não decepciona. Ele cuida, ampara e tira do seu caminho o que te atrapalha para alcançar Seus planos. Por isso, fé e tranquilidade. Serenidade diante das tempestades. Se você pudesse perceber as pegadas na areia, saberia que nunca esteve só. Não se desespera. Não se limite a pensar que existe um fim, quando na verdade existem diversas possibilidades que podem te ajudar a recomeçar de novo quantas vezes for necessário.

Quando a gente escreve, se mostra!

No fim, tudo isso rendeu uma bela história.

Um comentário em “Corajosa ela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s